Feito com
Lãmor

Oficina, Viana do Alentejo (Portugal)

Oficina — Viana do Alentejo (Portugal)

A tradição artesanal da produção de lã está intimamente ligada à afeição natural que homens e mulheres dedicaram às suas ovelhas, seres dóceis de olhos escuros e pelo volumoso.

· Viana do Alentejo
· Casa da Várzea

É por isso que este percurso começa com as ovelhas, as campaniças mais concretamente. Uma das raças rústicas de ovinos da Europa, pela sua resistência nas planícies alentejanas tornou-se marca ecológica do território.

Em Viana do Alentejo vamos encontrá-las no seu ambiente bucólico, admirar o seu caráter e principalmente a sua lã, mais fina que a de outras raças.

Clube ADU propõe um fim-de-semana dedicado às práticas ancestrais do ciclo da lã, a acompanhar a degustação das especialidades gastronómicas do Alentejo, com bons queijos, enchidos e vinhos, as migas e os ensopados, só para começar. Aprendemos e experimentamos, da tosquia à cardação, observamos os instrumentos da fiação e finalmente pomos o pé no processo da feltragem. Um processo que recupera tradições coletivas do mundo rural com uma sensibilidade muito contemporânea. Uma atividade dinamizada por um grupo de pessoas dedicadas à criação e investigação artística e artesanal.

1º Dia: Chegada ao local, no Concelho de Viana do Alentejo, para ver as ovelhas campaniças no seu ambiente natural. Introdução ao tema e primeiras experiências: as ovelhas, a tosquia e muita vontade de sorrir.

O almoço será numa taberna típica, com os cheiros e os sabores locais. Durante a tarde damos asas à imaginação com as práticas da cardação: experimentamos as diferentes qualidades de lã e observamos as suas cores, vemos os objetos da fiação e a feltragem.

Ao fim da tarde, pausa para jantar e apreciar as delícias de outra taberna tipica alentejana, e quem sabe, o Cante Alentejano em modo espontâneo. O merecido descanso será num Hotel local, em Hotel de 3 estrelas.

2º Dia: A manhã é passada em plena atividade artística, com o processo da feltragem, e a despedida ao mundo da lã. O almoço tardio é também numa taberna típica, com o sabor do alho queimado no azeite, e a planície e o casario alentejano em pano de fundo.

200

Custo por pessoa com tudo incluído

inclui seguro, almoço e jantar de sábado, dormida em quarto duplo, almoço de domingo e atividades com guia e orientador.
Suplementos: quarto individual — 55€.

Informação

Olá. Estamos felizes com o teu contacto. Clube ADU é um projeto participativo, para quem ama a viagem, feito por pessoas, para pessoas. Queremos saber de ti, queremos que nos digas o que pensas, o que sentes, as tuas dúvidas e sugestões. Seja o que for, faz-nos chegar a tua mensagem através deste primeiro contacto: um canal de comunicação, que te iniciará neste novo projeto. Sempre enquanto for do teu interesse. 

  • Concordo em ceder os meus dados pessoais exclusivamente ao Clube ADU.
    Não fazemos spam, nem distribuímos a informação a terceiros.